A 56ª Assembleia Geral da CNBB vem chegando ao final e, na tarde da última quinta-feira, 19, a presidência da CNBB concedeu a última coletiva de imprensa do evento.

O Cardeal Sergio da Rocha, arcebispo de Brasília (DF), o vice presidente da entidade, dom Murilo Krieger, arcebispo primaz de Salvador (BA) e o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para Ministério Ordenados, dom Jaime Spengler, arcebispo de Porto Alegre (RS) divulgaram a conclusão do tema central: “Formação de Novos Presbíteros”, uma mensagem ao povo brasileiro e uma mensagem referente às eleições 2018, ambas aprovadas durante a Assembleia.

O documento de conclusão do tema central foi elaborado baseado na necessidade de adaptar as diretrizes que já existiam a nível nacional desde 2010 à luz das orientações feitas pela Congregação do Clero e que levasse em consideração o magistério recente da Igreja, com o Papa Francisco, ou seja, a preocupação não é somente com os novos, os seminaristas que chegam nas casas de formação, mas também com a formação permanente dos sacerdotes.

Segundo, Dom Sérgio da Rocha, presidente da CNBB, após a conclusão da Assembleia, o próximo passo é a aprovação desses documentos pela Santa Sé.


Mensagem ao Povo de Deus

Na mensagem divulgada para o Povo de Deus, lida pelo vice-presidente da CNBB, Dom Murilo Krieger, ele destaca a necessidade de promover o diálogo respeitoso para estimular a comunhão na fé em tempo de politização e polarizações nas redes sociais. A mensagem também retoma a natureza e a missão da entidade na sociedade brasileira.

Mensagem sobre o processo eleitoral 2018

Dom Murilo também divulgou a mensagem dos bispos sobre as eleições 2018, onde ressalta que o Brasil vive um momento complexo, com uma crise que abala as estruturas democráticas. “A atual situação do País exige discernimento e compromisso de todos os cidadãos e das instituições e organizações responsáveis pela justiça e pela construção do bem comum”.

Para ler na íntegra ou fazer o download das mensagens divulgadas pela CNBB, deslize até o final da página.

SIGNIS BRASIL/CANÇÃO NOVA