O Papa Francisco anunciou, após a oração mariana do Regian Coeli do último Domingo (20), a nomeação de 14 novos cardeais para a Igreja Católica. A celebração do titulo acontece no próximo dia 29 de junho.

Dentre os 14 mencionados, está  o Vice-Presidente da Rede Eclesial Pan-amazônica (REPAM), Dom Pedro Barreto, Arcebispo de Huancayo (Peru).

Os demais nomeados são:

Sua Beatitude Louis-Raphaël I Sako, Patriarca de Babilônia dos Caldeus;
Dom Luis Ladaria, Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé;
Dom Angelo De Donatis, Vigário-geral de Roma;
Dom Giovanni Angelo Becciu, Substituto para Assuntos Gerais da Secretaria de Estado e Delegado especial junto à Soberana Ordem de Malta;
Dom Konrad Krajewski, Esmoleiro apostólico;
Dom Joseph Coutts, Arcebispo de Karachi (Paquistão);
Dom António Augusto dos Santos Marto, Bispo de Leiria-Fátima (Portugal);
Dom Pedro Barreto, Arcebispo de Huancayo (Peru) e Vice-Presidente da REPAM, Rede Eclesial Pan-amazônica;
Dom Desiré Tsarahazana, Arcebispo de Toamasina (Madagascar);
Dom Giuseppe Petrocchi, Arcebispo de L’Aquila (Itália);
Dom Tomas Aquinas Manyo Maeda, Arcebispo de Osaka (Japão).

Além destes, o pontífice nomeou também, como membros do Colégio Cardinalício, um arcebispo, um bispo e um religioso mais idosos (sem direito de voto em um eventual conclave) que se distinguiram por seu serviço à Igreja:

Dom Sergio Obeso Rivera, 86, Arcebispo emérito de Jalapa (México);
Dom Toribio Porco Ticona, 81, Prelado emérito de Corocoro (Bolívia);
Padre Aquilino Bocos Merino, 80, claretiano espanhol.