A Romaria das Crianças foi realizada na manhã deste domingo (15), logo após a Santa Missa presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, e concelebrada pelo Bispo Auxiliar, Dom Irineu Roman, e diversos sacerdotes e diáconos, no altar central da Praça Santuário. Uma multidão de crianças e adultos lotou a praça para acompanhar a celebração.
 
Com balões brancos nas mãos, como em uma grande festa, os fiéis participaram da Santa Missa. O Evangelho proclamado falava exatamente de um banquete, em que muitas pessoas eram convidadas, mas poucas atendiam o convite (cf. Mateus 22, 14). 
 
O Arcebispo partiu deste versículo para reforçar a necessidade de que "independente da idade, todos aqui precisam ser como crianças, porque Jesus disse que precisamos ser assim para entrar no Reino dos Céus". E prosseguiu: “Todos aqui são convidados. Nosso Senhor convida todo mundo, e ninguém pode ficar de fora”.
 
Dom Alberto também chamou a atenção para a responsabilidade missionária de cada cristão: “Nossa missão é conduzir as outras pessoas para a festa de Deus. Crianças sejam missionárias, vocês podem mudar o mundo! ”
 
Ao final da celebração, os devotos mirins percorreram as ruas do bairro de Nazaré, em uma bela demonstração de fé na Padroeira dos Paraenses. 
 
De acordo com o diretor coordenador do Círio 2017, Roberto Souza, a romaria cumpriu o planejado. “Contamos com a participação de muitos grupos das paróquias, e das guardas mirins. Hoje celebramos um trabalho realizado ao longo do ano, fruto da evangelização constante, através das visitas da imagem peregrina às escolas", declarou. 
 
A romaria deste ano apresentou algumas novidades. A imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré foi conduzida em uma estrutura dourada semelhante ao antigo cibório, porém mais artístico. A ornamentação foi feita por Paulo Morelli, que utilizou rosas amarelas de várias tonalidades para compor os arranjos. A outra novidade foi a presença de algumas crianças que receberam alta do Hospital Ophir Loyola e participaram da procissão.
 
Ao final da celebração, os devotos formaram fila para visitar a imagem peregrina no nicho do altar central, onde ela irá permanecer até domingo (22), quando será celebrada a missa de encerramento da festa de Nazaré.
 
(Texto do Portal Fundação Nazaré)