A rede social Twitter está considerando apostar numa série de produtos novos em 2017, o que faz parte de uma estratégia para conter seus prejuízos. O foco será o streaming de vídeo ao vivo, já que o vídeo é responsável pela maioria dos ganhos com publicidade na empresa.

 

A companhia não especificou como se dará o investimento. Em 2016, ela transmitiu conteúdos tradicionalmente exibidos na TV paga, como o campeonato de futebol americano (NFL).

 

A rede social divulgou o balanço financeiro do quarto trimestre de 2016. Nele apontou um prejuízo de US$ 167 milhões, e uma receita de US$ 717 milhões.



Na totalidade do ano, o prejuízo foi de US$ 457 milhões, apesar do crescimento de receita de 14%, para US$ 2,5 bilhões. A empresa terminou 2016 com EBITDA de US$ 751,5 milhões, 35% a mais que em 2015.

 

A quantidade de usuários também cresceu, principalmente com os dispositivos móveis. A companhia diz que 83% da base usa o Twitter pelo celular, o equivalente a 264,7 milhões de pessoas. Ao todo, a rede tem 317 milhões de usuários ativos mensalmente.

 

 

Signis Brasil/Tele Síntese