Devido a grande devastação que a passagem de diversos furacões na região do Caribe nos últimos dias, a Associação Católica Latino-americana e Caribenha de Comunicação, SIGNIS ALC, expressou sua solidariedade às autoridades eclesiais das zonas afetadas, entre os que se encontram os arcebispos e bispos das Antillas, República Dominicana, Cuba e Haiti. A seguir reproduzimos a carta na qual Carlos Alberto Ferraro, presidente de SIGNIS ALC, e María José Centurión, vice-presidente, em nome da associação, reiteram suas orações por todas as vítimas desta tragédia e suas famílias.

 

Bridgetown, 8 de setembro de 2017

 

Excelentíssimos

Monsenhor Gabriel Malzaire

Bispo de Roseau (Dominica) e Presidente da Conferência Episcopal das Antillas

 

Monsenhor Diomedes Espinal De León

Bispo de Mao-Monte Cristi e Presidente da Conferência Episcopal da República Dominicana

 

Monsenhor Dionisio Guillermo García I.

Arcebispos de Santiago, Cuba, e Presidente da Conferência Episcopal de Cuba

 

Eminência, Cardeal Chilbly Langlois

Evêque de Les Cayes, e Presidente da Conferência Episcopal do Haiti

 

Queridos Pastores e Amigos:

 

Profundamente comovido com a destruição severa que deixa em seu rastro furacão Irma para várias ilhas do Caribe, em nome de todas as associações de comunicadores católicos articuladas de SIGNIS ALC, expressamos nosso sentimento de solidariedade e comunhão com todos os familiares das vítimas deste desastre, junto ao desejo fervoroso de que os furacões Katia e José, que estão previstos para chegar nos próximos dias, não agravem esta situação tão dolorosa.

 

Com a ocasião para acompanhar a Assembleia anual da SIGNIS Caribe, estamos em Barbados, onde nós conhecemos a devastação causada pela passagem deste furacão, que matou pelo menos 19 pessoas nas ilhas de São Martin, São Bartolomeu, Ilhas Virgens britânicas, Porto Rico, ilha Barbuda de Anguilla, que destruiu casas e infraestrutura pública, deixando milhares de famílias desabrigadas.

 

Apesar de estarmos cientes de que as palavras de conforto são insuficientes para amenizar a dor, angústia e desespero causados ​​por este furacão, sintam nosso abraço solidário, bem como a certeza de que os comunicadores católicos de SIGNIS ALC e da sub-região da SIGNIS Caribe, sabemos responder à missão que nos pertence, para informar e, sobretudo, para promover a comunicação de esperança e solidariedade.

 

Em comunhão permanente, lhes reiteramos nossas orações por todas as vítimas desta tragédia e seus familiares, enquanto pedimos ao nosso Deus da vida e da esperança que lhes dê consolo e fortaleza nestes momentos de dor.

 

Por uma comunicação para uma vida plena e solidária,

 


Carlos A. Ferraro                                                                       María José Centurión

PRESIDENTE                                                                             VICEPRESIDENTE

 

 

Signis Brasil/ Signis ALC