Dados das empresas de  TV por Assinatura fornecidos à Anatel indicam o ano de 2017 terminou com 17,9 milhões assinantes do serviço. Em relação a 2016, houve uma redução de  4,99% na base instalada, com perda de 938,7 mil contratos ativos. Quando se compara o número de dezembro com o de novembro de 2017, a redução é de 0,70% (menos 125,7 mil assinantes).

 

Dos grupos acompanhados pela agência reguladora, apresentaram crescimento em 2017 a Oi, com 205,2 mil novos usuários (+15,73%), e a Sky, com mais 109,6 mil usuários (+2,09%).

 

Na comparação de dezembro de 2017 com o mês anterior, o maior aumento foi registrado pela Sky com  mais 77,3 mil contratos em operação (+1,46%), seguida pela Oi com aumento de 18,7 mil (+1,25%). A Claro apresentou a maior redução com menos 59,4 mil contratos (-0,65%), seguida da Vivo com redução de 8,9 mil (-0,56%), da Nossa TV com perda de 0,4 mil (-0,33%) e da Algar Telecom com redução de 0,2 mil (-0,32%).

 

Nos últimos 12 meses, os estados com mais assinantes do serviço no país apresentaram redução: São Paulo, queda de 447,1 mil contratos ativos (-6,21%); Rio de Janeiro, redução de 97,8 mil (-3,83%); e Minas Gerais, menos 38,3 mil (-2,41%).  Em relação ao crescimento percentual, a liderança ficou com Piauí, com 6,4 mil novos assinantes (+7,74%), seguido por Maranhão, com 6,5 mil (+3,86%), e Tocantins, com 1,4 mil (+3,42%).

 

 

Signis Brasil/Telesíntese